Piranga, MG

Cidade para passear, morar e investir.

Piranga, MG – Cidade para passear, morar e investir.

O Canal NAECO apresenta neste vídeo o município de Piranga na Zona da Mata de Minas Gerais, filmado nas ruas, estradas rurais e rodovias de acesso, voo panorâmico com drone, narrado, com detalhes por mapa ilustrando referências geográficas, população e recursos econômicos.

Vamos publicar todas as 853 cidades de Minas Gerais, para você que quer rever sua cidade ou pesquisar condições para visitar, morar ou investir e, se gostar do nosso trabalho, lhe convidamos a fazer parte do Clube de Assinantes do Canal Naeco, por apenas R$7,99 você ajudará a cumprir esta meta, que divulgará a sua cidade.

A cidade de Piranga se localiza no eixo da rodovia BR 482 entre as cidades de Catas Altas da Noruega e Porto Firme, distante da Capital Belo Horizonte por 167 Km.

O nome de origem do município de Piranga foi Arraial de Nossa Senhora da Conceição do Guarapiranga em referencia a devoção à Virgem Maria e ao pássaro Guará, que era muito comum na região das margens do rio Piranga.

O povoado começou a se formar em 1691 e em 1695 foi construída a capela de Nossa Senhora da Conceição para em 1704 oficializar a fundação do Arraial de Nossa Senhora da Conceição do Guarapiranga. No mesmo ano foi descoberta a lavra de ouro a céu aberto, no córrego das Almas, impulsionando o crescimento do arraial em torno da capela e nas margens do córrego.

Entre 1708 e 1710, no arraial, ocorreu o combate decisivo da Guerra dos Emboabas entre as forças paulistas exigindo exclusividade na mineração do ouro em terras da capitania de Minas, quando foram derrotados e demarcados os limites das mesmas.

A escassez da mineração do ouro na região de Guarapiranga, a partir de 1750, transformou a região em uma importante produtora agrícola, para abastecer as regiões em atividade, atraindo muitas famílias para o arraial que se desenvolveu rapidamente.

Com o final da escravidão alguns escravos se juntaram aos vários quilombos formados na região onde puderam preservar sua cultura e tradição, contribuindo na formação cultural do município que é representado por três guardas de congo. Sendo a mais antiga a Guarda de Nossa Senhora do Rosário da Sede.

Em 1841 o arraial se elevou a município, mas a proposta foi revogada logo depois.

Em 20 de julho de 1868 se eleva a município que em 7 de setembro de 1923 altera seu nome para Piranga.

Hoje, junho de 2024, o município de Piranga conta com uma população se aproximando de 18.000 habitantes, com um domínio territorial de 658,812 Km², em altitude de 720m e é banhado pelo rio Piranga que pertence a bacia do Rio Doce.

Os municípios que fazem divisa com Piranga são:  Diogo Vasconcelos, Guaraciaba, Porto Firme, Presidente Bernardes, Senhora de Oliveira, Lamim, Catas Altas da Noruega, Ouro Preto e Mariana.

A base da economia de Piranga é a agropecuária e prestação de serviços.

O Vale do Piranga é o quarto maior polo de produção de suínos do Brasil e a avicultura tem destaque na receita do município.

A produção de milho e cana de açúcar também contribuem significativamente para atender a demanda de nutrição animal e na produção de cachaça com marcas de projeção nacional.

No turismo o município tem muitos atrativos por seus casarões coloniais e igrejas como o Santuário do Bom Jesus do Bacalhau, Capela de Nossa Senhora da Conceição, Igreja Nossa Senhora da Boa Morte, prédio da Prefeitura Municipal e Câmara Municipal, Conjunto arquitetônico da Fazenda da Praia Grande, Núcleo Histórico Urbano de Santo Antônio do Pirapetinga, Museu Memorial Cesário Alvim, Praça Coronel Amantino Maciel e Praça Cônego Felício.

O município conta com muitas opções de eventos durante o ano como a tradicional Festa do Piranguense, Carnaval, exposições e comemorações religiosas que completam os motivos para você passear, morar ou investir em Piranga.